terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Mais um livrinho

No início do ano um dos meus professores decidiu perguntar à turma quantos livros, das diferentes bibliografias, tínhamos comprado ao longo dos anos de curso. Não soubemos responder ao certo, mas a verdade é que não foram tantos assim (as bibliografias são extensas, os livros muito caros, e os alunos pouco atreitos a comprar informação).

Entretanto, quando a necessidade aperta, tem mesmo que ser (como diria o shrek, é melhor expelir que conter) e então ontem mandei vir um livrinho desse grande sítio que é a amazónia inglesa...


Mesmo com o câmbio e o transporte, o livro fica em menos 25€ do que comprado cá (além de que neste momento está esgotado e eu teria que esperar mais de um mês por ele).

Assim, para quem nunca comprou nada pela net aqui ficam duas vantagens: disponibilidade do artigo (dois dias úteis até ser entregue, no caso de vir da UK) e preço (muito mais barato).

Uma outra coisa que há já bastante tempo penso em fazer é comprinhas de supermercado online. Por mais 5€ a somar ao total das compras não precisamos nem de perder tempo de deslocação ao local nem de transportar as coisas para casa... Além de que, como não estamos expostos aos milhentos produtos com promoções da lua, poupamos muito mais do que os 5€... que seriam gastos provavelmente em coisas que não precisamos ou fazem mal... Acho que vou conseguir convencer a minha mãe (que agora é uma estagiária de psicologia) que assim é muito melhor. Digo que acho que a vou conseguir convencer porque o frigorífico lá de casa está vazio e ninguém chega a casa em horário útil de ir às compras...

Sem dúvida, comprar pela net é cada vez menos um luxo, cada vez mais uma necessidade.

4 comentários:

Dinocas disse...

Sobre o livro que compraste: não entendo como é que em países com um nível de vida muito superior ao de Portugal, os preços dos bens básicos (sim, acho que livros também podem ser), podem ser mais baixos que cá?
No outro dia, soube por uma amiga que vive em Bruxelas, que, por exemplo, há diversos produtos "simples" de supermercado que são bem mais baratos lá...a sério que não entendo...ou os nossos Euros têm fermento e nós não sabemos ou andam-nos a "comer por parvos"...eu aposto na última...

Sarita disse...

ah pois é.
Aquando da tua ida ao supermercado virtual... quando quiseres comprar laranjas, pensa em quantidades unitárias e não em peso. Já ouvi relatos de gente que queria comprar 1 kg de maças, colocou lá "1" julgando que seria 1kg e chegou-lhe a casa uma maçãzinha muito bem embrulhadinha!!!
ahahahahahaha

VM disse...

Jarvas... manda a lista...

Sim mylord...

_SunFlower_ disse...

lolololol uma maçã, uma laranja, meia manga... LOL

pois é Dinocas, na maioria dos outros países europeus os bens essenciais são ao mesmo preço ou até mesmo mais baratos do que cá... por isso é que depois os portugueses fogem aos impostos...