quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Férias?

Não sei se é da dor de garganta ou se do tempo, mas ultimamente tenho tido alguma preguiça de actualizar o blog...

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Presentes

Uma das melhores coisas relativas aos presentes é, além do presente em si, o embrulho. Adddddooooooorrrroooooo fazer embrulhos =) Para a prima, para a outra prima, para a tia, o tio, o pai, a mãe, a amiga, com laços, rosas, recortes e brilhos. Embrulhos, muitos embrulhos que antecedem o presente que, cuidadosamente, escolhemos para eles. Pena que a máquina não esteja à altura... Nem parece de uma designer de comunicação não é? Pois, eu sei...


Bichas de Natal

Dois dias antes do natal precisei de transportar a minha mãe até à faculdade (UAL, ali mesmo ao lado do Marquês). Foi só ir e vir. Eram 14h30 quando saímos de Alvalade. Eram 18h quando chegámos a casa.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz Natal

a todos os leitores da Chuva Suave. Que seja uma noite tranquila mas com boas surpresas. Não se esqueçam de agradecer àquele que é a razão do Natal, Jesus.

Beijinhos e até amanhã. Fico à espera de ler de vocês tudo o que receberem e não reeberam.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Preparativos para a festa

Depois de um dia muito preenchido e algo cansativo, os resultados estão à vista: o cenário da estrebaria, o das portas do céu e a máquina do tempo. Ainda faltam algumas coisas... Vamos lá ver se amanhã os actores estão à altura hehehe =P



quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Ultimamente

apetece-me desaparecer dentro de mim mesma e nunca mais de cá sair.

Tu es ma came

Hoje apeteceu-me ouvir isto outra vez.


Tu es ma came,
Ma toxique, ma volupté suprême,
Mon rendez vous chéri et mon abîme
Tu fais rire au plus doux de mon âme

Tu es ma came
Tu es mon genre de délice, de programme
Je t'aspire, je t'expire et je me pâme
Je t'attends comme on attend la manne

Tu es ma came
J'aime tes yeux, tes cheveux, ton arôme
Viens donc la que je te goûte que je te fume
Tu es mon bel amour, mon anagramme

Tu es ma came
Plus mortelle que l'héroïne afghane
Plus dangereux que la blanche colombienne
Tu es ma solution à mon doux problème

Tu es ma came
A toi tous mes soupirs, mes poèmes
Pour toi toutes mes prières c'est la lune
A toi ma disgrâce et ma fortune

tu es ma came
Quand tu pars c'est l'enfer et ses flamme
toute ma vie, toute ma peau te réclame
on dirait que tu coules dans mes veines

je te veux jusqu'à en vendre l'âme
à tes pieds je dépose mes armes
Tu es ma came
Tu es ma came


P.S. - Não, não significa "tu és a minha cama".
Ok, como ainda não o fui visitar pessoalmente, podem linkar aqui para o blog da Sarita... O nosso Gonçalinho.... =) Hihihihihi tãããããããããão linnnnnnndo =)

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Lapsos, rasgos, momentos de particular clarividência

Assim num balanço rápido a minha vida está cheia de projectos que foram começados mas não foram acabados. Uns de curta duração, outros nem por isso. Mas o facto de terem ficado a meio é mais ou menos uma constante. Seja porque deixei de ter tempo, seja porque passei a valorizar outras coisas ou simplesmente por desorganização, a verdade é que não tenho conseguido levar avante aquilo em que me meto. E a julgar pelos anos há que isto acontece, parece-me que já é crónico. E dizem que as doenças crónicas não têm cura. Felizmente eu não acredito nisso (ou não fosse filha do melhor médico do universo). E a prova é que este tem sido um ano de, com a ajuda certa, acabar com algumas pontas que estavam penduradas e se prendiam constantemente em quase tudo do meu dia-a-dia. Um projecto já foi. Em todo o caso, parece-me que há aqui uma doença por tratar. Ainda não sei bem como se chama, mas espero que muito brevemente esteja correctamente diagnosticada para ser definitivamente tratada. É que até agora só tenho andado a combater sintomas, e já começo a desanimar.

A crise... fedorenta?

Hehehe... Descobri isto aqui no blog living in london... hehehe

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

De repente

o meu dia ficou cheíssimo! YEY!! Tanto trabalhinho pela frente... =) e agora, mãos à obra! (mas primeiro o banho....).

É HOJE! É HOJE! É HOJE!



...espero...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Is this possible?

Vejam aqui.

sábado, 13 de dezembro de 2008

Noite de Jazz

Ontem, a convite do Re, fui assistir ao exame/audição dos alunos do JBJazz. Um serão diferente mas bem fixe =)

Aqui fica uma pequenina amostra do Combo do Re.

video

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Deitar tarde

e cedo erguer, não dá saúde nem faz crescer. Apesar disso, os últimos anos têm sido assim. Agora desde Setembro o ritmo abrandou, mas de alguma forma quero que a mudança seja mais em direcção ao "deitar cedo e cedo erguer" do que ao "deitar tarde, adormecer ainda mais tarde, e acordar já da parte da tarde". É que os dias não rendem. Mas pronto, hoje já vai ser diferente.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Humildade II

Esqueci-me de mencionar o medo (obrigada pelo e-mail ;)). Assim de repente, que medos temos quando precisamos de coragem e de pedir ajuda para continuar? O medo de abrir o coração e ser rejeitado. O medo de não conseguirmos fazer aquilo a que nos propomos. O medo de nos ser apontado o dedo. O medo que vem de más experiências anteriores. O medo de sermos ainda mais magoados. O medo de remexer no que vai cá dentro. Medo de...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Planos para o dia

- Finalizar a orçamentação dos convites de casamento para enviar ao cliente, finalizar a orçamentação das lembranças e respectivos cestos.

- Ganhar 200€ até à noite (aceitam-se sugestões).

- Desenhar os convites + mapa para a minha Mary Kay Christmas Party, que deverá acontecer no próximo Sábado.

- Descobrir uma maneira de instalar o scanner no Vista, já que não existem (nem vão existir) drivers para este OS e até agora ainda não consegui que ele aceitasse os drivers do XP (mesmo correndo com compatibilidade) - também se aceitam sugestões.


.........hmmmm........ Viva o Natal =)

Quando todos os dias são feriados

Nesta fase da minha vida todos os dias são como os feriados, e nenhum feriado realmente o é.

domingo, 7 de dezembro de 2008

Humildade

Há muitos anos aprendi uma música que dizia mais ou menos assim:

"Há momentos que na vida pensamos em olhar atrás. É preciso pedir ajuda para poder continuar." E é preciso ter coragem também. Coragem para não desistir, e coragem para o acto tão simples (mas demasiadas vezes tão difícil) de pedir ajuda. Pergunto-me por que será tão difícil pedir ajuda. Pergunto-me por que razão tornamos o processo de selecção do ajudador tão complicado e moroso. Será porque não queremos verbalizar (tomar consciência, portanto) da nossa fraqueza? Será que não queremos que nos caia a máscara de "menina/o perfeito que nunca falha"? Teremos medo de não sermos levados a sério novamente? Ou será que realmente não queremos genuinamente ajuda, mas uma voz "amiga" que nos diga o que queremos ouvir no momento? Normalmente esta última opção leva a que falhemos redondamente o alvo certo: serve-nos de empurrão para fazermos o que queremos mas gostávamos de não querer. Pergunto eu: não será melhor procurarmos uma pessoa idónea do que uma pessoa que está do nosso lado (note-se "do" nosso lado e não "ao" nosso lado). São os facilitismos de uma geração "pré-moranguista", que ainda tem consciência (ao contrário da geração moranguista), mas muito poucas vezes tem o que é necessário para tomar as decisões certas.

P.S. - a música continua: "e clamamos o nome de Jesus".

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Rua da Prata

E por cá é assim o natal...

video

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

As maleitas invernosas

Ontem passei o dia na cama. Hoje acordei como se nada fosse, mas há bocado fiquei com uma dor de cabeça enorme e enjoada. Até agora (vamos lá ver se com o chazinho isto passa). Bolas, eu gosto do Inverno, mas não o queria assim... =|