segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Como proceder?

Em relação à Economia.

É verdade que a miséria sempre existiu, mas há muito tempo que não acontecia numa escala tão grande. Além disso, como me disseram ontem, enquanto a crise era só em Portugal, mais ou menos os portugueses estavam habituados. Mas agora com uma crise a um nível esmagadoramente superior as pessoas começam a entrar em pânico.

O que até certo ponto se compreende, porque no sistema dito civilizado em que vivemos não se criam mecanismos que a população possa utilizar em seu favor para defesa. E os poucos que há são abafados pelos media. Abafados e manipulados. Ora, atendendo a que, infelizmente, a maioria da população portuguesa é iletrada e analfabeta (e que as novas gerações seguem pelo mesmo caminho) qualquer dia isto dá para o torto.

E o pior? O pior é que nessa altura os culpados já estão num qualquer resort hoteleiro de luxo enquanto os "zés" se matam uns aos outros.

Impõe-se a pergunta: o que fazer?

4 comentários:

Ladybird disse...

Eu acho que não há nada a fazer. Os dados foram lançados, a semente foi semeada. Agora, é hora de colher. É a lei da vida. E neste caso paga o justo pelo injusto. E este é o sistema do mundo.

_SunFlower_ disse...

hmmm... acho que não me concence LOL

Sargento Pimenta disse...

O que fazer? ora, nada. Como o nome indica, "crise económica", só é crise para quem tem dinheiro. Para quem nunca teve, nem nunca vai ter um pé de meia digno desse nome, a única crise que daí pode vir é ter de trabalhar mais para ganhar o tal pratinho de arroz, como se diz na china. Portanto, enquanto tiver saúde para bulir e houver quem precise dos meus serviços, não morro de fome... O Belmiro? quero lá saber do Belmiro. Por mim pode ir pro... complexo turistico de luxo que destruiu a peninsula de Troia e morrer por lá... me dá igual

_SunFlower_ disse...

lol

o problema é que entre a dita crise e as brilhantes medidas que o governo tem tomado, há cada vez menos gente empregada.

E então com esta medida absolutamente fantástica do IVA que foi agora aprovada é que as poucas empresas que ainda se aguentavam vão abaixo.

Líderes íntegros. Temos falta de líderes íntegros. E que nos últimos anos, nem uma coisa, nem outra...