quarta-feira, 5 de novembro de 2008

...as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo.

Nem sempre as coisas acontecem como sonhámos. Pior, muitas vezes elas não acontecem sequer como planeámos. Paramos no final, para fazer um balanço forçado (que deveria ter sido feito muito antes mas que, por uma razão ou por outra, não fizemos), e na balança os pratos estão tão desnivelados que nos custa inclusivamente perceber como chegámos ali. Começamos a contar os pesos, um a um, e a tentar descobrir como foi que ali os colocámos e em que altura deixámos de nos importar ou simplesmente perdemos o foco. Um "estás a crescer, a ficar adulto" revela-se bastante insatisfatório, assim como a visão de uma vida onde o "ser adulto" é sinónimo de desistir dos sonhos e dos sorrisos espontâneos e significa cair na mornidão que torna o nosso coração putrefacto. Ora, uma vez que é do coração que procedem as fontes da vida, não admira que ao redor só se vejam pessoas mortas. Mesmo as que deviam estar vivas. Mesmo as que apregoam aos 7 cantos que estão vivas. Numa linguagem bem simples de criança, "não satisfaz". Uma vidinha medíocre, igual a tantas outras, conformada àquilo que a sociedade dita desenvolvida obriga. O emprego certo, a roupinha da moda, uma casa, um carro, a corda ao pescoço pendurada num madeiro com iniciais aos estilo de um BPN, ir trabalhar todos os dias para o emprego que não se gosta, com as pessoas de quem não se gosta, para, no fim do mês, dar 2 pequenos centímetros de folga na garganta. Relacionamentos quebrados, corações magoados, falta de perdão, de compreensão e de humildade. Amizades incinceras, mentiras, traições, medo. Não foi para isto que o ser humano foi pensado e cuidadosamente criado. E não foi para isto que fomos restaurados. Até quando esta visão limitada e mesquinha da vida?

6 comentários:

Martuxa disse...

...pois...

_SunFlower_ disse...

=)

VM disse...

nunca mais falas comigo, parece quase a historia da minha vida... bora, eu pago um café... ai... tu não bebes café... que coisa!

:P

Filha do Rei disse...

Não....não é para isto que se vive...o problema é que isto não é viver...é apenas sobreviver.....infelizmente...

p.m.g.p.n disse...

uma das questões é que o ser humano desiste facilmente.....do seu sonho....se sonharmos com 20 porque lutamos só para o 10? provavelmente nem ao 10 chegaremos mas se trabalharmos para o 20 de certeza que passamos do 10 e quem sabe se chegaremos ao 20?!

_SunFlower_ disse...

Boa namorado, é isso mesmo =)